Palmeiras quase rebaixado

palmeiras quase rebaixado Palmeiras quase rebaixado

Um dia Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo Futebol Clube, falou:

“Demonstra o atual tamanho da Sociedade Esportiva Palmeiras, que ano a ano se apequena com demonstrações dessa natureza”

Bom, isso foi o suficiente para todo Palmeirense xingar e odiar eternamente o presidente do clube rival. Mas nenhum torcedor palestrino ousou parar pra pensar: “Será mesmo?”. Pois bem, alguns meses se passaram e vimos um time patético, com jogadores com nível tão baixo que jamais poderiam jogar em um grande clube, o melhor jogador do elenco sendo o mais vagabundo e o Palmeiras brigando até o último minuto do campeonato para não ser rebaixado.

Bom, meus caros leitores, o ponto que eu quero chegar é bem simples: Será que odiar tanto uma pessoa devido a uma critica é o melhor a se fazer, será que derrepente não vale  a pena pensar se a critica faz sentido? Será que Kardec faria tanta diferença assim? Ou será que a paixão faz as pessoas ficarem tão cegas a ponto de não enxergar o obvio, um clube que nos últimos 10 anos teve 2 times rebaixados e mais dois que quase foram?