Ministério da Saúde e ação no Tinder; OU: Falsidade ideológica é permitido para alguns!

ministerio saude tinder ação1 Ministério da Saúde e ação no Tinder; OU: Falsidade ideológica é permitido para alguns!

 

Pois é, o Governo Brasileiro, através do Ministério da Saúde resolveu fazer uma ação no Tinder contra o HIV, mas será que é tudo rosa e ok como muitos ‘jornalistas’ cantaram por ai, ou é mais uma trapalhada do nosso vergonhoso governo?

Vamos analisar a mecânica da ação:

  1. É criado uma conta falsa;
  2. Manda like em todo mundo;
  3. Engana as pessoas;
  4. Convida a galera pra sexo;
  5. Constrange o usuário;

A campanha já começa toda errada, pois utiliza de um crime federal para inciar a ação, isso mesmo, um fake pode ser considerado falsidade ideológica, algo deplorável, pois mostra uma atitude ditatorial e opressiva (quem vai processar o governo?).

Outro ponto interessante na ação é que o partido do governo é o campeão do coitadismo e de chamam todo mundo de preconceituoso, mas não pensou em nada disso quando passou a classificar os usuários do Tinder como pessoas que procuram sexo fácil e sem camisinha, como se a rede tivesse um bando de putas “socializadas”.

E o ponto final é bem simples: Eles constrangem as pessoas, colocando-as em situações ridículas, além de tratar o povo como um bando de bebes!

Rolou um papo que gente do Tinder não gostou da ação e o governo ficou bravinho!

O mais deplorável é ver que uma galera está parabenizando a campanha, que comete crime ideológico, desrespeita os usuários de uma rede social e ainda utilizam argumentos regulamentatórios para justificar a restrição de liberdades!

 

OBS: Que fique claro, não sou a favor de sexo sem camisinha. Mas também não sou a favor que se cometam crimes para criar campanhas, porque pra mim os fins não justificam os meios!